“O paradoxo curioso é que quando eu me aceito como eu sou, então eu mudo” | Carl Rogers